PLANETA SUSTENTÁVEL

ENCONTRAR OS LIVROS DE WAGNER LUIZ MARQUES - DIGITANDO O NOME DE "WAGNER LUIZ MARQUES"


Pesquisar todo o texto de nossos livros

REVISTA VENDA MAIS

Amostra Grátis 480 x 60 - www.vendamais.com.br

INVESTE MAIS – A REVISTA DO INVESTIDOR

Amostra Grátis 480 x 60 - www.revistainvestmais.com.br

REVISTA LIDERANÇA

Amostra Grátis 480 x 60  - www.lideraonline.com.br

EDITORA QUANTUM – TREINAMENTOS

Editora Quantum 480 x 60

terça-feira, 1 de janeiro de 2008

CAPACITAÇÃO E PROFISSIONALIZAÇÃO – CURSOS / PALESTRAS E CONSULTORIA

Perfil Pessoal e Profissional do Professor (Ministrante/Consultor):
WAGNER LUIZ MARQUES – Casado – Duas filhas – Data de Nascimento – 28/04/1966 – Endereço – Rua Fernão, 1994 – Cianorte – Paraná – Telefone – 44-3629-5578 – 44-9977-6604 – e-mail- wlmcne@hotmail.com ; wlmcne@bol.com.br ; wagnercne1@gmail.com– Página Internet- http://www.wlmcne.blogspot.com/ ; http://wagner.marques.zip.net/ - Lindíssimas Mensagens. Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Estadual de Maringá – UEM (1991), especialista em Qualidade Total e Readministração pela UNIPAR - Universidade Paranaense(1997), Especialista em Ensino Religioso pela Universidade Estadual de Maringá - UEM (1999), Mestre em CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO - UNIVERSIDAD TÉCNICA DE COMERCIALIZACION Y DESARROLLO (2002) - Título da Dissertação: La búsqueda de la satisfacción humana em el mercado profesional de la educación e Doutor em CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO - UNIVERSIDAD TÉCNICA DE COMERCIALIZACION Y DESARROLLO (2006) - Título da Tese: Factores que inciden para la satisfacción humana en distintas áreas profesionales Professor titular da Universidade Paranaense-UNIPAR. Experiência na área de Contábeis/Administração/Educação com ênfase em Qualidade Total e Readministração, Recursos Humanos, Análise de Custos, Contabilidade Gerencial, Finanças, Metodologia de Ensino. Consultor na área Administrava Empresarial e Educacional; Auditor e Perito Contábil. Escritor de 10 livros com registro e publicação e participação em 03 livros com registro e publicação, sendo eles: 1- O Poder da Superação; 2- Administração do Homem e de Seu Semelhante; 3- O Alicerce Principal a Família; 4- O Líder não Acontece por Acaso; 5- Contabilidade Gerencial a Necessidade das Empresas; 6- Éramos Onze; 7- Vida uma Fonte de Luz; 8- Virei (Corintiano); 9- Cianorte uma Narrativa da Satisfação Humana; 10- Quem me Acordou do Sonho?; 11- O Grande Cientista “Em Busca da Satisfação Humana”; 12- Adolescente Aprendiz “Valorizando o Trabalho”.; 13- Fale: Você está sendo Gravado. Vários artigos escritos e publicados em jornais de circulação e revistas do CRCPR – Conselho Regional de Contabilidade do Paraná.

1 - APRESENTAÇÃO DO CURSO:
GESTÃO DE PESSOAS E COMPORTAMENTO PESSOAL

1. OBJETIVO DO CURSO

Melhorar a utilização dos potenciais pessoais na promoção de relações interpessoais.

2. EMENTA

A capacitação pessoal e profissional é proporcionar para o ser humano as melhores formas que beneficiam o relacionamento com o seu próximo, para que isso ocorra, o próprio ser humano deve conhecer a si mesmo para atingir com qualidade o desenvolvimento profissional e o relacionamento adequado para com a comunidade social.

O curso envolve diversas áreas do relacionamento pessoal, iniciando com a valorização pessoal e motivacional o “Marketing pessoal: a busca do bom relacionamento”. Este avaliará os mitos do marketing pessoal.

O verdadeiro marketing pessoal não é disfarçar quem você é para tentar agradar a todos; marketing pessoal não é falar para todos sobre você o tempo todo; ouvir e falar as pessoas precisam estar equilibrados. Refletindo sobre tudo isto construirá o próprio projeto de marketing pessoal.

O profissional valorizando-se como pessoa, entendendo o seu interior necessitará estudar “Qualidade no atendimento e influência ao público consumidor”, estudará a postura profissional. Comunicação verbal e não verbal. Detalhes do atendimento pessoal e demais formas que realize uma excelente comunicação. Relacionamento empresa/cliente.

O ser humano transforma-se constantemente, e isso leva a não estacionar no tempo, sendo assim precisa capacitar constantemente e o curso “Capacitação para o processo de recrutamento, seleção, entrevista e integração”, possibilita esta atualização e compreensão para se manter no mercado de trabalho ou buscar um novo lugar para valorizar-se profissionalmente.

Não pode-se falar em profissionalismo caso o ser humano não viva a sua qualidade de vida. O curso “Qualidade de vida e seu comportamento diário” demonstrará através de oficina de qualidade o entendimento de descobrir o real comportamento das pessoas perante a qualidade de vida.

“Líder e liderança “o líder não acontece por acaso”” é outro curso que propõe o profissional se impor no mercado da vida, saber conviver a real importância de lidar com o seu semelhante.

A “Motivação pessoal – o poder da superação”, toda pessoa deve agir através da ação, motivar essa ação o ser humano atinge a sua motivação pessoal, o comportamento necessário para viver bem, trabalhar bem e conviver bem com o seu próximo.

Por fim o treinamento se encerra “FALE: VOCÊ ESTÁ SENDO GRAVADO” como falar em público adequadamente para contribuir com o crescimento pessoal e profissional no meio que vive e comunga para o crescimento mutuo da sociedade.

3. CARGA HORÁRIA MINISTRADA

100 horas.

4. PROCEDIMENTO DIDÁTICO

Aulas expositivas; trabalhos individuais; trabalhos em grupos, freqüência e participação.

5. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. MARKETING PESSOAL: A BUSCA DO BOM RELACIONAMENTO. 12 Horas de curso
2. QUALIDADE NO ATENDIMENTO E INFLUÊNCIA AO PÚBLICO
CONSUMIDOR.. 16 Horas de curso
3. CAPACITAÇÃO PARA O PROCESSO DE RECRUTAMENTO, SELEÇÃO,
ENTREVISTA E INTEGRAÇÃO.
- Relação Interpessoal;
- Etiqueta e Apresentação Pessoal;
- Valores Humanos;
- Educação para cidadania;
- Ética no trabalho;
- Gestão de Recursos Humanos
- Higiene e Segurança no Trabalho. 20 Horas de Curso
4. QUALIDADE DE VIDA E SEU COMPORTAMENTO DIÁRIO. 10 Horas de Curso
5. LÍDER E LIDERANÇA “O LÍDER NÃO ACONTECE POR ACASO”. 12 Horas de Curso
6. MOTIVAÇÃO PESSOAL – O PODER DA SUPERAÇÃO. 10 Horas de Curso
7. FALE: VOCÊ ESTÁ SENDO GRAVADO – COMO FALAR EM PÚBLICO. 20 Horas de Curso
TOTAL DO CURSO 100 Horas de Curso

6. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

CARVALHO. Antonio Vieira; SERAFIM. Oziléia Clean Gomes. Administração de recursos humanos. Motivação do funcionário. São Paulo: Pioneira 2004.
CHIAVENATO, Idalberto. Recursos humanos. Edição Compacta. 6 ed. São Paulo: Atlas, 2000.
COUTINHO. Ellcio. Revolução no atendimento. O profissional no atendimento.Francisco Beltrão: gráfica Lenahthe. 1994.
GIANESI. Irineu .G.N; CORREA. Henrique.L. Administração estratégica de serviços: operações para satisfação do cliente: consumidor, satisfação de serviços ao cliente. São Paulo: Atlas, 1994.
LAS CASAS, Alexandre Luzzi. Marketing e varejo: administração de venda varejo na empresa. São Paulo, Atlas 1994.
MARQUES, Wagner Luiz. O PODER DA SUPERAÇÃO. Gráfica e Editora Bacon Ltda. Cianorte. 2002
MARQUES, Wagner Luiz. ADMINISTRAÇÃO DO HOMEM E DE SEU SEMELHANTE. Gráfica e Editora Bacon Ltda. Cianorte. 2003
MARQUES, Wagner Luiz et all. A VIDA HUMANA CONTADA ATRAVÉS DE SEU ALICERCE PRINCIPAL “A FAMÍLIA”. Gráfica e Editora Midiograf. Maringá. 2003
MARQUES, Wagner Luiz. O LÍDER NÃO ACONTECE POR ACASO. Gráfica e Editora Bacon Ltda. Cianorte. 2004.
MARQUES, Wagner Luiz. CONTABILIDADE GERENCIAL A NECESSIDADE DAS EMPRESAS. Gráfica e Editora Bacon Ltda. Cianorte. 2004.
MARQUES, Wagner Luiz et all. ÉRAMOS ONZE. Gráfica e Editora Bacon Ltda. Cianorte. 2004.
MARQUES, Wagner Luiz. QUEM ME ACORDOU DOS SONHOS. Gráfica Vera Cruz Ltda. 1ª Ed. Cianorte. 2005.
MARQUES, Wagner Luiz. VIDA UMA FONTE DE LUZ. Gráfica e Editora Bacon Ltda. Cianorte. 2005.
MARQUES, Wagner Luiz, et all. ADOLESCENTE APRENDIZ. Gráfica e Editora Bacon Ltda. Cianorte. 2006.
MARQUES, Wagner Luiz. VIREI. Gráfica e Editora Bacon Ltda. Cianorte. 2007.
MARQUES, Wagner Luiz. FALE: VOCÊ ESTA SENDO GRAVADO. Gráfica e Editora Bacon Ltda. Cianorte. 2007.
MARQUES, Wagner Luiz. CIANORTE – UMA NARRATIVA DA SATISFAÇÃO HUMANA. Gráfica Grafisul. Cianorte. 2007/2008.
MARQUES, Wagner Luiz. O GRANDE CIENTISTA. Gráfica Grafisul. Cianorte. 2007/2008.
MAUL, Dianna, et.all. Valor emocional – Criando Fortes Vínculos com seus clientes. Editora Makron Books, 2001.
PONTES, Benedito Rodrigues. Planejamento, Recrutamento e Seleção de Pessoal. 3ª ed. São Paulo: LTR editora Ltda. 2001.
SHIOZAWA, Ruy Sergio cacese. Qualidade no atendimento e tecnologia de informação: contato consumidor; satisfação, serviço, controle de qualidade, tecnologia de informação. São Paulo: 1993.

2- APRESENTAÇÃO DO CURSO:
ROTINA TRABALHISTA

1. OBJETIVO DO CURSO

Conduzir os profissionais à identificação dos principais conceitos e formação da rotina trabalhista através da lei e todo seu instrumento legal.

2. EMENTA

As organizações e a administração de pessoal. Evolução da administração de pessoal. Funções administrativas e operacionais de administração de pessoal. Desafios da gestão de pessoal. Responsabilidade social das organizações. Significado do trabalho. Novos paradigmas de cargos e salários. Rotinas trabalhista como um todo.

3. CARGA HORÁRIA MINISTRADA

40 horas.

4. PROCEDIMENTO DIDÁTICO

Aulas expositivas; aulas práticas; debates; trabalhos; pesquisas individuais e em equipes.

5. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. ADMINISTRAÇÃO DE CARGOS E SALÁRIOS
- Programa de Gestão de Cargos e Salários
- Avaliação e Classificação de Cargos
- Administração de Salários
- Objetivos da Administração Salarial
- Métodos de Administração Salarial
- Análise de Função
- Descrição e Análise de Cargos
- Política de Cargos e Salários
- Planos de Benefícios Sociais
2. AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO
3. ROTINAS TRABALHISTAS
- Admissão e movimentação geral
- Encargos
TOTAL DO CURSO 40 Horas de curso

6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFIAS

CARDEÇÇA, Benedito. Segurança no Trabalho e Prevenção de Acidentes: uma Abordagem Holística. São Paulo, Atlas, 1999.
CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de Pessoas: o Novo Papel dos Recursos Humanos nas Organizações. Rio de Janeiro: Campus, 1999.
­­­­­­_____________. Recursos Humanos. 7a ed. (compacta). São Paulo: Atlas, 2002
GIL, Antonio Carlos. Gestão de Pessoas. São Paulo: Atlas, 2001.
MARRAS, Jean Pierre. Administração Recursos Humanos: do Operacional ao Estratégico. São Paulo: Futura, 2000.
MONTANA, Patrick J. Administração, capítulo 12 Adm Recursos Humanos, pag. 173. São Paulo. Saraiva, 1998.
PALMA, Vera Helena. Departamento Pessoal: modelo. 2 º ed. São Paulo: LTR, 2000.
ROBBINS, Stephen Paul, Administração Mudanças e Perspectivas. São Paulo. Saraiva, 2000.
VERGARA, Sylvia C. Gestão de Pessoas. 2ª ed. São Paulo: Atlas, 1999.

3 - APRESENTAÇÃO DO CURSO:
CONTABILIDADE GERENCIAL

1. OBJETIVO DO CURSO

Transmitir os fundamentos básicos de contabilidade, as devidas tomadas de decisões necessárias ao desenvolvimento das atividades profissionais inerentes à área.

Conduzir o profissional a identificação dos principais conceitos e funções da contabilidade, capacitando-o a efetuar os procedimentos básicos, pelo método das partidas dobradas, e a verificar as causas das variações da situação liquida, suas operações e encerramento de exercício dentro dos princípios e convenções contábeis geralmente aceitos e também realizar as devidas tomadas de decisões.

2. EMENTA

Introdução à Contabilidade. Postulados, Princípios e Convenções Contábeis. Composição Patrimonial. Estrutura Patrimonial. Estrutura de Resultado. Planos de Contas. Sistemas de Controle e Avaliação de Estoques e Custos. Livros Contábeis e Sistemas de Controles Internos. Introdução Análise das Demonstrações Contábeis. Cálculos e Avaliação do Desempenho da Empresa através dos Índices de Avaliação

3. CARGA HORÁRIA MINISTRADA

40 horas.

4. PROCEDIMENTO DIDÁTICO

Aulas expositivas; trabalhos individuais; trabalhos em grupos; (elaborar plano de contas de empresa comercial) freqüência e participação, formulários.

5. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. INTRODUÇÃO A CONTABILIDADE GERENCIAL
2. CONCEITO DE CONTABILIDADE GERENCIAL
3. CARACTERÍSTICAS DA CONTABILIDADE GERENCIAL
4. CONTROLE
5. REGISTROS E CONTROLES DOS FATOS CONTÁBEIS
6. CONCEITO DE CONTABILIDADE GERAL
7. POSTULADOS, PRINCÍPIOS GERALMENTE ACEITOS E CONVENÇÕES
8. CONTAS PATRIMONIAIS E DE RESULTADOS
9. ESTÁTICA E DINÂMICA PATRIMONIAL
10. ATOS E FATOS ADMINISTRATIVOS
11. ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL
12. PLANO DE CONTAS
13. CONTROLE DE ESTOQUE
14. OPERAÇÃO COM INVENTÁRIO PERMANENTE E PERIÓDICO
15. OPERAÇÃO DE ENCERRAMENTOS DE RESULTADOS
- Encerramento das Contas de Resultado;
- Previsão dos impostos incidentes sobre o lucro;
- Destinação dos lucros;
- Balancete de Verificação.
16. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS
- Balanço Patrimonial;
- DRE;
- DLPA;
TOTAL DO CURSO 40 Horas de curso

6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFIAS

ANTONY, Rbert N. Introdução à Contabilidade Gerencial, Tradução Luiz Aparecido Caruso Activity - Based - Costing (ABC), A poderosa estratégia Empresarial, São Paulo, Editora Pioneira,1994.
CALDERELLI, Antonio. Enciclópedia contábil e comercial brasileria, CETEC, São Paulo, 1999
CREPALDI, Silvio Crepaldi, Contabilidade Gerencial, Ed. Atlas, São Paulo, 1999.
CRC-SP e IBRACON - Curso de Contabilidade Gerencial, São Paulo, Atlas, 1993
Equipe de Professores da USP - Contabilidade Introdutória.
FIGUEIREDO, Sandra e Caggiano, Paulo Cesar - Controladoria (teoria e pratica) - São Paulo, Atlas, 1992.
FIPECAPI, Manual de Contabilidade das S/A. São Paulo: Atlas.
FIPECAF, Manual de Contabilidade das Sociedade por Açoes, aplicavel também as demais sociedades, 3ª edição, São Paulo Atlas, 1991
FRANCO, Hilario. Contabilidade Comercial. Ed. Atlas
FRANCO, Hilario - Contabilidade Geral.
HORNGREN, Charles T. Introdução à contabilidade gerencial.
MARQUES, Wagner Luiz. Contabilidade Gerencial a Necessidade das Empresas. Ed. Bacon. Cianorte. 2004
MARTINS, Eliseu. Contabilidade de Custos 8. ed. São Paulo, Atlas, 2001
MUSSOLINI,Orru - Contabilidade Geral: Fundamentos. SãoPaulo: Scipione, 1990.
PIZZOLATO, Nélio D., Introdução à contabilidade Gerencial, Edit. Makron Books, São Paulo, 1999.
RIBEIRO, Osni Moura - Contabilidade Básica.
RIBEIRO, Osni Ribeiro. Contabilidade Comercial Fácil. Ed.Saraiva
SÁ, A. Lopes. Plano de Contas. São Paulo: Ed. atlas. 6ª Ed. 1989.
STANDERSKI, Wlademiro. Contabilidade Aplicada à Empresa.São Paulo: pioneira.
Treinamento Programado da IOB. Curitiba.
WALTER, M. Augusto. Normas Contábeis. Atlas.
4 - APRESENTAÇÃO DO CURSO:
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA PARA EMPRESA

1. OBJETIVO DO CURSO

Estudo e análise da estrutura econômico-financeira, dos critérios e dos meios utilizados na gestão financeira das práticas de financiamento de curto e longo prazo, da gestão orçamentária dos investimentos, dos recursos financeiros e dos meios de controle disponíveis. Estudo da dinâmica do mercado financeiro de capitais.

2. EMENTA

Proporcionar aos profissionais uma visão geral da estrutura econômico-financeira empresarial, da gestão dos investimentos e da prática de financiamento de curto e longo prazo.

3. CARGA HORÁRIA MINISTRADA

40 horas.

4. PROCEDIMENTO DIDÁTICO

Aulas expositivas; aulas práticas; debates; trabalhos e pesquisas, individual e em equipes.

5. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. A FUNÇÃO FINANCEIRA NA EMPRESA
2. CONTROLES FINANCEIROS
3. ANÁLISE FINANCEIRA
4. INVESTIMENTO
5. PROJETAR O FLUXO DE CAIXA
6. FLUXO DE CAIXA
7. ANÁLISE DOS RESULTADOS DO FLUXO DE CAIXA
8. A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO
9. ANÁLISE DOS FATORES EXTERNOS
10. FATORES INTERNOS DA EMPRESA
11. ESTRUTURA GERENCIAL DE RESULTADO
12. ANÁLISE DE SENSIBILIDADE
13. INDICADORES DE AVALIAÇÃO E DESEMPENHO
14. MÉTODOS DE ANÁLISE DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA
TOTAL DO CURSO 40 Horas de curso

6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFIAS
CASAROTTO FILHO, Nelson; KOPITKKE, H. Bruno. Análise de Investimentos. 9 ed. São Paulo: Atlas, 2000.
GITMAN, Lawrence J. Princípios de Administração Financeira. São Paulo, Editora Harbra, 7ª Edição, 1997.
GROPPELLI, A.A., NIKBAKHT, Ehsan. Administração Financeira. 2 ed. São Paulo: Saraiva, 2002
MARQUES, Wagner Luiz, Contabilidade Gerencial a Necessidade das Empresas, Cianorte, Bacon, 2004.
5- APRESENTAÇÃO DO CURSO:
ANÁLISE DE CUSTOS

1. OBJETIVO DO CURSO

Conduzir o profissional a identificação dos principais conceitos e funções da analise de custos, capacitando-o a efetuar os procedimentos básicos e verificar as causas antes da tomada de decisões.

2. EMENTA

Introdução à Contabilidade de custos com a finalidade de transmitir aos profissionais os fundamentos básicos da analise de custos para a tomada de decisão no âmbito do desenvolvimento das atividades profissionais.

3. CARGA HORÁRIA MINISTRADA

20 horas.

4. PROCEDIMENTO DIDÁTICO

Aulas expositivas; aulas práticas; debates; trabalhos; pesquisas individuais e em equipes.

5. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. CONCEITOS BÁSICOS
- Terminologia aplicada na contabilidade de custos.
- Classificação dos gastos.
- Custo direto x custo indireto.
- Custo fixo x custo variável.
- Custo unitário x custo total.
- Objetivos da apuração do custo de produção.
2. ESTRATÉGIAS DE CUSTOS
- Custos dos produtos e dos departamentos.
- Custos para controle.
- Custos para tomada de decisões.
- Custos para melhoria de processos e eliminação de desperdícios.
- Custos para otimização de resultados.
- Custos para formação de preços de venda.
- Custos para controladoria estratégica.
3. ANALISE DE CUSTOS E AS DEVIDAS TOMADAS DE DECISÕES
- Análise de Custo-volume-lucro;
- Margem de Contribuição;
- Ponto de Equilíbrio
4.IMPLANTAÇÃO E GERENCIAMENTO DE UM SISTEMA DE CUSTOS
- Implantação de um sistema de apuração de custos.
TOTAL DO CURSO 20 Horas de curso

6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFIAS
CREPALDI, Silvio Aparecido, Contabilidade Gerencial.São Paulo, Atlas, 1998.
IUDICIBUS, Sérgio de, Analise de Custo. São Paulo: Atlas, 1998
MARTINS, Eliseu. Contabilidade de Custos. 9ª ed. São Paulo: Atlas, 2003.
MARQUES, Wagner Luiz, Contabilidade Gerencial a Necessidade das Empresas, Cianorte, Bacon, 2004.
PEREZ Jr, José H; OLIVEIRA, Luis M; COSTA, Rogério G. Gestão Estratégica de Custos. 3ª ed. São Paulo: Atlas, 2003.

6- APRESENTAÇÃO DO CURSO:
GESTÃO ESTRATÉGICA DE MARKETING

1. OBJETIVO DO CURSO

Conduzir os profissionais à identificação dos principais conceitos e funções da gestão de marketing, capacitando-o a efetuar os procedimentos básicos, e a verificar as causas das devidas tomadas de decisões, na forma de planejamento estratégico de marketing.

2. EMENTA

Planejamento estratégico e gestão estratégica, Planejamento estratégico e o processo de marketing, Implantação da gestão estratégica de marketing, Plano de marketing, Marketing social, Compreendendo os processos de serviços, estratégia de marketing de serviços, Estratégias de produto, Estratégias de preços, Estratégias de distribuição, Comunicação integrada de marketing.

3. CARGA HORÁRIA MINISTRADA

40 horas.

4. PROCEDIMENTO DIDÁTICO

Aulas expositivas; aulas práticas; debates; trabalhos; pesquisas individuais e em equipes.

5. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. CONCEITOS DE MARKETING
2. OBJETIVOS BÁSICOS DO MARKETING
3. O QUE É E O QUE NÃO É MARKETING
4. ESTRATÉGIA E PLANEJAMENTO DO PRODUTO
5. CONCEITO:
Planejamento
Estratégia
Planejamento estratégico
Planejamento tático
Plano de ação
6. FASES PARA DESENVOLVER O PROCESSO DE GESTÃO ESTRATÉGICA
1ª FASE-DELIMITAÇÃO DO NEGÓCIO, FORMULAÇÃO DA VISÃO, DA MISSÃO E O INVENTÁRIO DAS COMPETÊNCIAS DISTINTIVAS.
2ª FASE-ANÁLISE MACROAMBIENTAL.
3ª FASE-ANÁLISE DO AMBIENTE COMPETITIVO E DOS TIPOS DE RELACIONAMENTOS DA ORGANIZAÇÃO.
4ª FASE-ANÁLISE DO AMBIENTE INTERNO.
5ª FASE-VALORES E POLÍTICAS.
6ª FASE-FORMULAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DE ESTRATÉGIA.
7ª FASE-DEFINIÇÃO DE OBJETIVOS.
8ª FASE-ELABORAÇÃO DO ORÇAMENTO.
9ª FASE-DEFINIÇÃO DO PARÂMETROS DE AVALIAÇÃO E CONTROLE.
10ª FASE-FORMULAÇÃO DE UM SISTEMA DE GERENCIAMENTO E RESPONSABILIDADES.
11ª FASE-IMPLANTAÇÃO.
7. MARKETING SOCIAL
8. DEFINIÇÕES DE MARKETING SOCIAL
TOTAL DO CURSO 40 Horas de curso

6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFIAS

AAKER, David A. Administração Estratégica de Mercado, trad. Martin Albert Haag. 5.ed. Porto Alegre: Bookman, 2001
AMBROSIO, Vicente. Plano de Marketing passo a passo. Rio de Janeiro: Reichmann & Affonso, 1999.
ANSOFF, H. Igor. Administração Estratégica, trad. Mario Ribeiro Cruz. São Paulo: Atlas, 1995.
BONNE, Louis E.; KURTZ, David L. Marketing Contemporâneo. 8 ed. Rio de Janeiro: LTC - Livros Técnicos e Científicos, 1998.
CHURCHILL, Gilbert A Marketing: criando valor para o cliente. São Paulo: Saraiva: 2000
DIAS, Sergio Roberto. Gestão de marketing. São Paulo: saraiva, 2003.
KOTLER, Philip. Administração de marketing. 10 ed. São Paulo: Prentice Hall, 2000.
OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Planejamento Estratégico: Conceitos, metodologia e praticas. 19 ed. São Paulo: Atlas, 2003
SHETH, J., MITTAL, B. NEWMAN, B Consumer Behavior and Beyond D. Fot. Worth, TX: The Dryden Press, 1999

7- APRESENTAÇÃO DO CURSO:
IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA OITO “Ss” E SETE “Ss” PROGRAMAS DE APOIO NA IMPLANTAÇÃO DA QUALIDADE TOTAL

1. OBJETIVO DO CURSO

Conduzir os profissionais à identificação dos principais conceitos e funções da gestão de qualidade, capacitando-o a efetuar os procedimentos básicos, e a verificar as sistemáticas de implantação, na forma lógica e precisa para a melhoria do comportamento empresarial.

2. EMENTA

Planejamento geral de implantação de uma das ferramentas da qualidade total, no auxilio do crescimento empresarial.

3. CARGA HORÁRIA MINISTRADA

20 horas.

4. PROCEDIMENTO DIDÁTICO

Aulas expositivas; aulas práticas; debates; trabalhos; pesquisas individuais e em equipes.

5. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

I- IDENTIFICAÇÃO DO OITO “Ss”
1-CONCEITO
2-HISTÓRICO
3-OBJETIVO GERAL
4-OBJETIVOS ESPECÍFICOS
5- COMENTÁRIO DOS OBJETIVOS ESPECÍFICOS
6- DEFINIÇÃO
7- NOVA VERSÃO DOS OITO “Ss”
8- OS OITO “Ss” E A DIGNIDADE HUMANA
9. MANUAL DE IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA OITO “Ss”
10- CRIAÇÃO E COMPOSIÇÃO DO COMITÊ PARA IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA OITO “Ss”
11- FORMAS PARA SE MONTAR A CARTILHA DO PROGRAMA OITO “SS”
12- PLANILHA DE AVALIAÇÃO
13- A ESTRUTURA DOS SETE "Ss" DE RICHARD PASCALE – NORTE-AMERICANO
TOTAL DO CURSO 20 Horas de curso

6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFIAS

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS.
BASSI, Eduardo. Globalização de negócios. São Paulo: Cultura, 1997.
CAMPOS, Vicente Falconi. TQC- Controle da qualidade total (no estilo japonês). Minas Gerais: FCO, 1992.
CARNEGIE, Dale. Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas, Ed. Companhia Editora Nacional. 45º Edição. São Paulo, 1995.
CARNEGIE, Dale. Como Falar em Público e Influenciar Pessoas no Mundo dos Negócios. ed. Record. 29º Edição, Rio de Janeiro, 1996.
CHIAVENATO, Idalberto. Administração da Produção. São Paulo: Makron Books, 1997.
ISHIKAWA, Kaoru. Controle de qualidade total, a maneira japonesa. Rio de Janeiro: Campus, 1993.
MARQUES, Wagner Luiz , revista do CRC trimestral, matérias técnicas: Curitiba: Paraná
MARQUES, Wagner Luiz, Qualidade total hoje é solução, tribuna de Cianorte. Cianorte, Paraná, data 07/09/97.
MARQUES, Wagner Luiz, A busca do saber, Estado do Paraná. Curitiba, Paraná, data 27/03/99.
MARQUES, Wagner Luiz, A busca do saber, Folha de Iporã. Curitiba,Paraná, data 08/04/99.
MARQUES, Wagner Luiz, Política do Homem, Estado do Paraná. Curitiba,Paraná, data 22/09/2000.
MARQUES, Wagner Luiz, Atendimento, Estado do Paraná. Curitiba, Paraná, data 11/10/2000.
MARQUES, Wagner Luiz, Qualidade na Política do Homem, Jornal da UNIPAR, data 10/2000.
MIRSHAWKA, Victor. Implantação da Qualidade e da Produtividade pelo Método do Dr. Deming. Ed. McGraw-Hill Ltda., São Paulo, 1990.
MORREIRA, Daniel Augusto. Medida da produtividade na empresa moderna. São Paulo: Pioneira, 1991.
NETO, Edgar Pedreira de Cequeira. Ambiente da qualidade Total. São Paulo: Pioneira, 1995.
PRAZERES, Paulo Mundin. Dicionário de termos da qualidade. São Paulo: Atlas, 1996.
PURI, S.C., "ISO 9000 Certificação - Gestão da Qualidade Total", Ed. Qualitymark, 1994
RECK, Ross R., et al. A Negociação Ganha-Ganha. Ed. Saraiva, São Paulo.
ROTHERY, Brian. ISO 9000. São Paulo, Makron Books, 1996.
SILVA, João Martins da. O ambiente da qualidade na prática. Minas Gerais. Fundação Cristiano Ottoni, 1996.
SLACK, Nigel, et all. Administração da Produção. Editora Atlas, São Paulo, 1999.
TILLER, Tom. ISO 14.000. Um guia para avaliar as normas de gestão ambiental. São Paulo: Futura, 1998.
WEBBWE, Ron A. Um guia para administração do tempo. Rio de Janeiro: normas, 1989.

8- APRESENTAÇÃO DO CURSO:
IMPLANTAÇÃO DA QUALIDADE TOTAL

1. OBJETIVO DO CURSO

Conduzir os profissionais à identificação dos principais conceitos e funções da gestão de qualidade, capacitando-o a efetuar os procedimentos básicos, e a verificar as sistemáticas de implantação, na forma lógica e precisa para a melhoria do comportamento empresarial.

2. EMENTA

Planejamento geral de implantação da qualidade total.

3. CARGA HORÁRIA MINISTRADA

40 horas.

4. PROCEDIMENTO DIDÁTICO

Aulas expositivas; aulas práticas; debates; trabalhos; pesquisas individuais e em equipes.

5. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1.OBJETIVO GERAL NA IMPLANTAÇÃO DA QUALIDADE TOTAL
2.OS RESPONSÁVEIS PELA EFETIVAÇÃO DO PROGRAMA Q. T.
3.O PROGRAMA DA QUALIDADE TOTAL CONTA PARA O DESEMPENHO DE ATIVIDADES ESPECÍFICAS, COM AS SEGUINTES UNIDADES
4.O CONSELHO SUPERIOR DA QUALIDADE TOTAL, É PRESIDIDO PELO
5.DISCRIMINAR OS SETORES QUE FARÃO PARTE DA IMPLANTAÇÃO DA QUALIDADE TOTAL.
6.FUNÇÃO DO COMITÊ NA IMPLANTAÇÃO DA QUALIDADE TOTAL
7.FUNÇÃO DA COMISSÕES DE GESTÃO DA QUALIDADE TOTAL
8.MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA DE QUALIDADE TOTAL
9.ROTEIRO PARA IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA DE QUALIDADE TOTAL
10.ORGANIZAÇÃO DO PROGRAMA
11.ORIENTAÇÃO TÉCNICAS NA IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA DE QUALIDADE TOTAL
12.ESTRATÉGIA DE IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA
13.BASES PARA IMPLANTAÇÃO DA QUALIDADE TOTAL
14.ORIENTAÇÕES BÁSICAS
15.CONCLUSÃO DA QUALIDADE TOTAL
TOTAL DO CURSO 40 Horas de curso

6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFIAS

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS.
BASSI, Eduardo. Globalização de negócios. São Paulo: Cultura, 1997.
CAMPOS, Vicente Falconi. TQC- Controle da qualidade total (no estilo japonês). Minas Gerais: FCO, 1992.
CARNEGIE, Dale. Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas, Ed. Companhia Editora Nacional. 45º Edição. São Paulo, 1995.
CARNEGIE, Dale. Como Falar em Público e Influenciar Pessoas no Mundo dos Negócios. ed. Record. 29º Edição, Rio de Janeiro, 1996.
CHIAVENATO, Idalberto. Administração da Produção. São Paulo: Makron Books, 1997.
ISHIKAWA, Kaoru. Controle de qualidade total, a maneira japonesa. Rio de Janeiro: Campus, 1993.
MARQUES, Wagner Luiz , revista do CRC trimestral, matérias técnicas: Curitiba: Paraná
MARQUES, Wagner Luiz, Qualidade total hoje é solução, tribuna de Cianorte. Cianorte, Paraná, data 07/09/97.
MARQUES, Wagner Luiz, A busca do saber, Estado do Paraná. Curitiba, Paraná, data 27/03/99.
MARQUES, Wagner Luiz, A busca do saber, Folha de Iporã. Curitiba,Paraná, data 08/04/99.
MARQUES, Wagner Luiz, Política do Homem, Estado do Paraná. Curitiba,Paraná, data 22/09/2000.
MARQUES, Wagner Luiz, Atendimento, Estado do Paraná. Curitiba, Paraná, data 11/10/2000.
MARQUES, Wagner Luiz, Qualidade na Política do Homem, Jornal da UNIPAR, data 10/2000.
MIRSHAWKA, Victor. Implantação da Qualidade e da Produtividade pelo Método do Dr. Deming. Ed. McGraw-Hill Ltda., São Paulo, 1990.
MORREIRA, Daniel Augusto. Medida da produtividade na empresa moderna. São Paulo: Pioneira, 1991.
NETO, Edgar Pedreira de Cequeira. Ambiente da qualidade Total. São Paulo: Pioneira, 1995.
PRAZERES, Paulo Mundin. Dicionário de termos da qualidade. São Paulo: Atlas, 1996.
PURI, S.C., "ISO 9000 Certificação - Gestão da Qualidade Total", Ed. Qualitymark, 1994
RECK, Ross R., et al. A Negociação Ganha-Ganha. Ed. Saraiva, São Paulo.
ROTHERY, Brian. ISO 9000. São Paulo, Makron Books, 1996.
SILVA, João Martins da. O ambiente da qualidade na prática. Minas Gerais. Fundação Cristiano Ottoni, 1996.
SLACK, Nigel, et all. Administração da Produção. Editora Atlas, São Paulo, 1999.
TILLER, Tom. ISO 14.000. Um guia para avaliar as normas de gestão ambiental. São Paulo: Futura, 1998.
WEBBWE, Ron A. Um guia para administração do tempo. Rio de Janeiro: normas, 1989.

OBSERVAÇÕES GERAIS:
Todos estes cursos podem ser transformados em palestras de uma a duas horas de duração e também pode haver uma análise nos tempos dos cursos, conforme necessidade dos interessados.

Professor Dr. Wagner Luiz Marques.

Nenhum comentário: