PLANETA SUSTENTÁVEL

ENCONTRAR OS LIVROS DE WAGNER LUIZ MARQUES - DIGITANDO O NOME DE "WAGNER LUIZ MARQUES"


Pesquisar todo o texto de nossos livros

REVISTA VENDA MAIS

Amostra Grátis 480 x 60 - www.vendamais.com.br

INVESTE MAIS – A REVISTA DO INVESTIDOR

Amostra Grátis 480 x 60 - www.revistainvestmais.com.br

REVISTA LIDERANÇA

Amostra Grátis 480 x 60  - www.lideraonline.com.br

EDITORA QUANTUM – TREINAMENTOS

Editora Quantum 480 x 60

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

A CONSCIENTIZAÇÃO DA POLÍTICA

Um Jovem chamou o professor e perguntou: O senhor sabe como se capturam porcos selvagens?

- Respondeu o professor, não.

O jovem educadamente respondeu:

- Captura porcos selvagens encontrando um lugar adequado na floresta e colocando algum milho no chão. Os porcos vêm todo dia comer o milho gratuito. Quando eles se acostumam a vir todos os dias, você coloca uma cerca. Mas só de um lado do lugar onde eles se acostumaram a vir. Quando eles se acostumam com a cerca, eles voltam para comer o milho e você coloca o outro lado da cerca.

Mais uma vez eles se acostumam e voltam para comer. Você continua assim, até colocar os quatro lados da cerca em volta deles, com uma porta no último lado.

Os porcos, que já se acostumaram ao milho fácil e às cercas, continuam a vir. Você, então, fecha a porteira e captura o grupo todo. E assim, em um segundo, os porcos perdem sua liberdade. Eles ficam correndo e dando voltas dentro das cercas, mas logo voltam a comer o milho fácil e gratuito. E ficam tão acostumados a ele que esquecem como caçar na floresta por si próprios. E por isso, aceitam a servidão.

O jovem, então, disse ao professor que era isso o que ele via acontecer em seu país. O governo ficava empurrando o povo para o comodismo e assim os governantes dominavam o país como se fosse um lugar totalmente iludidos e sem vida espalhando o milho gratuito, na forma de:

Propagandas de auxílio de renda,

Bolsas isso e aquilo,

Impostos variados,

Estatutos de proteção,

Cotas para estes e aqueles,

Subsídio para todo tipo de coisa,

Programas de bem-estar social,

Medicina e medicamentos gratuitos.

Devemos nos lembrar que NÃO EXISTE ESSE NEGÓCIO DE ALMOÇO GRÁTIS e, também, que NÃO É POSSÍVEL ALGUÉM PRESTAR UM SERVIÇO MAIS BARATO DO QUE SERIA SE VOCÊ MESMO O FIZESSE.

Finalmente, se você percebe que toda essa maravilhosa “ajuda” governamental se opõe ao futuro da democracia em nosso país tirando a liberdade e dinheiro dos outros para beneficiar “você” ou os “pobres”, então você, provavelmente, é um contribuidor de um país sem ética, e totalmente dependente de pessoas que pouco se preocupa com você, mas sim estão querendo somente para si mesmo.

E que Deus o ajude quando trancarem a porteira! O milho já está sendo colocado faz tempo; as cercas estão sendo colocadas a população imperceptivelmente. E quando menos se espera.. PRONTO! TRANCARÃO A PORTEIRA! E o que o povo fará.

Wagner Luiz Marques

Rua Fernão Dias, 1994 – Cianorte – Paraná

CEP – 87200-000

Telefone- 0(**)44-3629-5578

Celular- 0(**)44-9977-6604

wlmcne@hotmail.com

wlmcne@bol.com.br

wagnercne1@gmail.com

AME O SEU CASAMENTO NA FORMA QUE DEUS O CONCEDEU

Naquela noite, enquanto minha esposa servia o jantar, eu segurei sua mão e disse: "Tenho algo importante para te dizer". Ela se sentou e jantou sem dizer uma palavra. Pude ver sofrimento em seus olhos.

De repente, eu também fiquei sem palavras. No entanto, eu tinha que dizer a ela o que estava pensando. Eu queria o divórcio. E abordei o assunto calmamente.

Ela não parecia irritada pelas minhas palavras e simplesmente perguntou em voz baixa: "Por quê?"

Eu evitei respondê-la, o que a deixou muito brava. Ela jogou os talheres longe e gritou "você não é homem!" Naquela noite, nós não conversamos mais. Pude ouvi-la chorando. Eu sabia que ela queria um motivo para o fim do nosso casamento. Mas eu não tinha uma resposta satisfatória para esta pergunta. O meu coração não pertencia a ela mais e sim a Jane. Eu simplesmente não a amava mais, sentia pena dela.

Me sentindo muito culpado, rascunhei um acordo de divórcio, deixando para ela a casa, nosso carro e 30% das ações da minha empresa.

Ela tomou o papel da minha mão e o rasgou violentamente. A mulher com quem vivi pelos últimos 10 anos se tornou uma estranha para mim. Eu fiquei com dó deste desperdício de tempo e energia mas eu não voltaria atrás do que disse, pois amava a Jane profundamente. Finalmente ela começou a chorar alto na minha frente, o que já era esperado. Eu me senti libertado enquanto ela chorava. A minha obsessão por divórcio nas últimas semanas finalmente se materializava e o fim estava mais perto agora.

No dia seguinte, eu cheguei em casa tarde e a encontrei sentada na mesa escrevendo. Eu não jantei, fui direto para a cama e dormi imediatamente, pois estava cansado depois de ter passado o dia com a Jane.

Quando acordei no meio da noite, ela ainda estava sentada à mesa, escrevendo. Eu a ignorei e voltei a dormir.

Na manhã seguinte, ela me apresentou suas condições: ela não queria nada meu, mas pedia um mês de prazo para conceder o divórcio. Ela pediu que durante os próximos 30 dias a gente tentasse viver juntos de forma mais natural possível. As suas razões eram simples: o nosso filho faria seus exames no próximo mês e precisava de um ambiente propício para preparar-se bem, sem os problemas de ter que lidar com o rompimento de seus pais.

Isso me pareceu razoável, mas ela acrescentou algo mais. Ela me lembrou do momento em que eu a carreguei para dentro da nossa casa no dia em que nos casamos e me pediu que durante os próximos 30 dias eu a carregasse para fora da casa todas as manhãs. Eu então percebi que ela estava completamente louca, mas aceitei sua proposta para não tornar meus próximos dias ainda mais intoleráveis.

Eu contei para a Jane sobre o pedido da minha esposa e ela riu muito e achou a idéia totalmente absurda. "Ela pensa que impondo condições assim vai mudar alguma coisa; melhor ela encarar a situação e aceitar o divórcio" ,disse Jane em tom de gozação.

Minha esposa e eu não tínhamos nenhum contato físico havia muito tempo, então quando eu a carreguei para fora da casa no primeiro dia, foi totalmente estranho. Nosso filho nos aplaudiu dizendo "O papai está carregando a mamãe no colo!" Suas palavras me causaram constrangimento. Do quarto para a sala, da sala para a porta de entrada da casa, eu devo ter caminhado uns 10 metros carregando minha esposa no colo. Ela fechou os olhos e disse baixinho "Não conte para o nosso filho sobre o divórcio" Eu balancei a cabeça mesmo discordando e então a coloquei no chão assim que atravessamos a porta de entrada da casa. Ela foi pegar o ônibus para o trabalho e eu dirigi para o escritório.

No segundo dia, foi mais fácil para nós dois. Ela se apoiou no meu peito, eu senti o cheiro do perfume que ela usava. Eu então percebi que há muito tempo não prestava atenção a essa mulher. Ela certamente tinha envelhecido nestes últimos 10 anos, havia rugas no seu rosto, seu cabelo estava ficando fino e grisalho. O nosso casamento teve muito impacto nela. Por uns segundos, cheguei a pensar no que havia feito para ela estar neste estado.

No quarto dia, quando eu a levantei, senti uma certa intimidade maior com o corpo dela. Esta mulher havia dedicado 10 anos da vida dela a mim.

No quinto dia, a mesma coisa. Eu não disse nada a Jane, mas ficava a cada dia mais fácil carregá-la do nosso quarto à porta da casa. Talvez meus músculos estejam mais firmes com o exercício, pensei.

Certa manhã, ela estava tentando escolher um vestido. Ela experimentou uma série deles mas não conseguia achar um que servisse. Com um suspiro, ela disse "Todos os meus vestidos estão grandes para mim". Eu então percebi que ela realmente havia emagrecido bastante, daí a facilidade em carregá-la nos últimos dias.

A realidade caiu sobre mim com uma ponta de remorso. Ela carrega tanta dor e tristeza em seu coração. Instintivamente, eu estiquei o braço e toquei seus cabelos.

Nosso filho entrou no quarto neste momento e disse "Pai, está na hora de você carregar a mamãe". Para ele, ver seu pai carregando sua mão todas as manhãs tornou-se parte da rotina da casa. Minha esposa abraçou nosso filho e o segurou em seus braços por alguns longos segundos. Eu tive que sair de perto, temendo mudar de idéia agora que estava tão perto do meu objetivo. Em seguida, eu a carreguei em meus braços, do quarto para a sala, da sala para a porta de entrada da casa. Sua mão repousava em meu pescoço. Eu a segurei firme contra o meu corpo. Lembrei-me do dia do nosso casamento.

Mas o seu corpo tão magro me deixou triste. No último dia, quando eu a segurei em meus braços, por algum motivo não conseguia mover minhas pernas. Nosso filho já tinha ido para a escola e eu me vi pronunciando estas palavras: "Eu não percebi o quanto perdemos a nossa intimidade com o tempo".

Eu não consegui dirigir para o trabalho, fui até o meu novo futuro endereço, saí do carro apressadamente, com medo de mudar de idéia. Subi as escadas e bati na porta do quarto. A Jane abriu a porta e eu disse a ela "Desculpe Jane. Eu não quero mais me divorciar".

Ela olhou para mim sem acreditar e tocou na minha testa "Você está com febre?" Eu tirei sua mão da minha testa e repeti "Desculpe, Jane. Eu não vou me divorciar. Meu casamento ficou chato porque nós não soubemos valorizar os pequenos detalhes da nossa vida e não por falta de amor. Agora eu percebi que desde o dia em que carreguei minha esposa no dia do nosso casamento para nossa casa, eu devo segurá-la até que a morte nos separe.

A Jane então percebeu que era sério. Me deu um tapa no rosto, bateu a porta na minha cara e pude ouvi-la chorando compulsivamente. Eu voltei para o carro e fui trabalhar.

Na loja de flores, no caminho de volta para casa, eu comprei um buquê de rosas para minha esposa. A atendente me perguntou o que eu gostaria de escrever no cartão. Eu sorri e escrevi: "Eu te carregarei em meus braços todas as manhãs até que a morte nos separe".

Naquela noite, quando cheguei em casa, com um buquê de flores na mão e um grande sorriso no rosto, fui direto para o nosso quarto onde encontrei minha esposa deitada na cama - morta.

Minha esposa estava com câncer e vinha se tratando a vários meses, mas eu estava muito ocupado com a Jane para perceber que havia algo errado com ela. Ela sabia que morreria em breve e quis poupar nosso filho dos efeitos de um divórcio - e prolongou a nossa vida juntos proporcionando ao nosso filho a imagem de nós dois juntos toda manhã. Pelo menos aos olhos do meu filho, eu sou um marido carinhoso.

Os pequenos detalhes de nossa vida são o que realmente contam num relacionamento. Não é a mansão, o carro, as propriedades, o dinheiro no banco. Estes bens criam um ambiente propício a felicidade, mas não proporcionam mais do que conforto. Portanto, encontre tempo para ser amigo de sua esposa, faça pequenas coisas um para o outro para mantê-los próximos e íntimos. Tenham um casamento real e feliz!

Muitos fracassados na vida são pessoas que não perceberam que estavam tão perto do sucesso e preferiram desistir.

UM CASAMENTO CENTRADO EM CRISTO É UM CASAMENTO QUE DURA UMA VIDA TODA.

Wagner Luiz Marques

Rua Fernão Dias, 1994 – Cianorte – Paraná

CEP – 87200-000

Telefone- 0(**)44-3629-5578

Celular- 0(**)44-9977-6604

wlmcne@hotmail.com

wlmcne@bol.com.br

wagnercne1@gmail.com

O FALCÃO E O CÁLICE

Conta a lenda que certa manhã, o guerreiro mongol Gengis Khan e sua corte saíram para caçar. Enquanto seus companheiros levavam flechas e arcos, Gengis Khan carregava seu falcão favorito no braço, que era melhor e mais preciso que qualquer flecha, porque podia subir aos céus e ver tudo aquilo que o ser humano não conseguia ver.

Entretanto, apesar de todo o entusiasmo do grupo, não conseguiram encontrar nada. Decepcionado, Gengis Khan voltou para seu acampamento. Mas, para não descarregar sua frustração em seus companheiros, separou-se da comitiva e resolveu caminhar sozinho.

Tinham permanecido na floresta mais tempo que o esperado e Gengis Khan estava morto de cansaço e de sede. Por causa do calor do verão, os riachos estavam secos, não conseguia encontrar nada para beber até que, enfim, avistou um fio de água descendo de um rochedo à sua frente.

Na mesma hora, retirou o falcão do seu braço, pegou o pequeno cálice de prata que sempre carregava consigo, demorou um longo tempo para enchê-lo e, quando estava prestes a levá-lo aos lábios, o falcão levantou vôo e arrancou o copo de suas mãos, atirando-o longe.

Gengis Khan ficou furioso, mas era seu animal favorito, talvez estivesse também com sede. Apanhou o cálice, limpou a poeira e tornou a enchê-lo. Após outro tanto de tempo, com a sede apertando cada vez mais e com o cálice já pela metade, o falcão de novo atacou-o, derramando o líquido.

Gengis Khan adorava seu animal, mas sabia que não podia deixar-se desrespeitar em nenhuma circunstância, já que alguém podia estar assistindo à cena de longe e mais tarde contaria aos seus guerreiros que o grande conquistador era incapaz de domar uma simples ave.

Desta vez, tirou a espada da cintura, pegou o cálice, recomeçou a enchê-lo. Manteve um olho na fonte e outro no falcão. Assim que viu ter água suficiente e quando estava pronto para beber, o falcão de novo levantou vôo e veio em sua direção. Gengis Khan, em um golpe certeiro, atravessou o seu peito do falcão, matando-o.

Retomou o trabalho de encher o cálice. Mas o fio de água havia secado.

Decidido a beber de qualquer maneira, subiu o rochedo em busca da fonte. Para sua surpresa, havia realmente uma poça d‘água e, no meio dela, morta, uma das serpentes mais venenosas da região.

Se tivesse bebido a água, já não estaria mais no mundo dos vivos.

Gengis Khan voltou ao acampamento com o falcão morto em seus braços.

Mandou fazer uma reprodução em ouro da ave e gravou em uma das asas:

Mesmo quando um amigo faz algo que você não gosta, ele continua sendo seu amigo.

Na outra asa:

Qualquer ação motivada pela fúria é uma ação condenada ao fracasso.

Nem sempre o que parece ser, realmente é!

Wagner Luiz Marques

Rua Fernão Dias, 1994 – Cianorte – Paraná

CEP – 87200-000

Telefone- 0(**)44-3629-5578

Celular- 0(**)44-9977-6604

wlmcne@hotmail.com

wlmcne@bol.com.br

wagnercne1@gmail.com

FIDELIDADE E INTERESSE

Era uma vez um jovem que recebeu do rei a tarefa de levar uma mensagem e alguns diamantes a outro rei de uma terra distante.


Recebeu também o melhor cavalo do reino para carregá-lo na jornada.


Cuida do mais importante e cumprirás a missão! Disse o soberano ao se despedir.


Assim, o jovem preparou o seu alforje. Escondeu a mensagem na bainha da calça e colocou as pedras numa bolsa de couro amarrada na cintura, por baixo das vestes.


Pela manhã, bem cedo, sumiu no horizonte. E não pensava sequer em falhar. Queria que todo o reino soubesse que era um nobre e valente rapaz, pronto para desposar a princesa. Aliás, esse era o seu sonho e parecia que a princesa correspondia às suas esperanças.


Para cumprir rapidamente sua tarefa, por vezes deixava a estrada e pegava atalhos que sacrificavam sua montaria. Dessa forma, exigia o máximo do animal. Quando parava em uma estalagem, deixava o cavalo ao relento, não lhe tirava a sela nem a carga, tampouco se preocupava em lhe dar de beber ou comer.

Assim, meu jovem, acabas perdendo o animal, disse alguém.


Não me importo, respondeu ele. Tenho dinheiro. Se este morrer, compro outro. Nenhuma falta fará!


Com o passar dos dias e sob tamanho esforço, o pobre animal não suportou mais os maus tratos e caiu morto na estrada. O jovem simplesmente o amaldiçoou e seguiu o caminho a pé. Mas como naquela região havia poucas fazendas e eram muito distantes uma das outras, em poucas horas o moço se deu conta da falta que lhe fazia o animal.


Estava exausto e sedento. Já tinha deixado pelo caminho toda a tralha, com exceção das pedras, pois lembrava da recomendação do rei: "cuida do mais importante!" Seu passo se tornou curto e lento e as paradas, freqüentes e longas.


Como sabia que poderia cair a qualquer momento e temendo ser assaltado, escondeu as pedras no salto de sua bota.


Mais tarde, caiu exausto no pó da estrada onde ficou desacordado por longo tempo. No entanto, uma caravana de mercadores que seguia viagem para o seu reino, o encontrou e cuidou dele.


Quando o jovem recobrou os sentidos, estava de volta em sua cidade. Imediatamente foi ter com o rei para contar o que havia acontecido e sem remorso jogou toda a culpa do insucesso no cavalo "fraco e doente" que recebera.


Porém, majestade, conforme me recomendaste, "cuida do mais importante", aqui estão as pedras que me confiaste. Devolvo-as a ti. Não perdi uma sequer.


O rei as recebeu de suas mãos com tristeza e o despediu, mostrando completa frieza diante de seus argumentos.

Abatido, o jovem deixou o palácio arrasado. Em casa, ao tirar a roupa suja, encontrou na bainha da calça a mensagem do rei, que dizia: "Ao meu irmão, rei da terra do norte! O jovem que te envio é candidato a casar com minha filha. Esta jornada é uma prova. Dei a ele alguns diamantes e um bom cavalo.

Recomendei que cuidasse do mais importante. Faz-me, portanto, este grande favor e verifica o estado do cavalo. Se o animal estiver forte e viçoso, saberei que o jovem é fiel e sabe reconhecer quem o auxilia na jornada.


Se, porém, perder o animal e apenas guardar as pedras, não será um bom marido nem rei, pois terá olhos apenas para o tesouro do reino e não dará importância à rainha nem àqueles que o servem".


Pense nisso!


Saber reconhecer aqueles que verdadeiramente nos auxiliam no dia-a-dia é, sem dúvida, um grande desafio para muitos de nós.


Dar valor aos empregados domésticos que estão sempre à disposição para nos atender prontamente, e que, por vezes, adivinham até nossos pensamentos e gostos.


Reconhecer o valor dos familiares, que se constituem em verdadeiros sustentáculos nas horas difíceis que às vezes chegam.


Ser fiel aos amigos sinceros que caminham conosco e até dividem o peso da nossa cruz, para nos aliviar os ombros a fim de que recobremos as forças.


Agindo assim, estaremos realmente cuidando do mais importante, que são esses diamantes raros que não têm preço e que ladrão nenhum tem interesse em nos roubar.


Pense nisso!

Wagner Luiz Marques

Rua Fernão Dias, 1994 – Cianorte – Paraná

CEP – 87200-000

Telefone- 0(**)44-3629-5578

Celular- 0(**)44-9977-6604

wlmcne@hotmail.com

wlmcne@bol.com.br

wagnercne1@gmail.com

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

COMEMORAÇÃO DO DIA DO CONTADOR

COMEMORAÇÃO DO DIA DO CONTADOR

Professor Dr. Wagner Luiz Marques do curso de CIÊNCIAS CONTÁBEIS e PROCESSOS GERENCIAIS da Unipar/Cianorte, Parabeniza a todos os profissionais, acadêmicos e funcionários na área de contabilidade pelo dia que se comemora o dia do CONTADOR, (22 de Setembro).

Porque se comemora neste dia:

Devido o seu padroeiro:

MATHEUS

Matheus foi um apóstolo chamado Levi ou Matheus de Levite. Ele provavelmente nasceu na Galilea e trabalhou como coletor de impostos em Capharnaum quando Cristo o chamou para o seguir.
Matheus é o autor do primeiro evangelho escrito entre os anos 60 e 90.Escrito provavelmente em Hebraico ou em Aramaico na sua forma original. Alguns escolares acham que provavelmente Matheus estava na Antiópia, Síria quando escreveu o Evangelho. Ele pregava em Jerusalem e depois foi para a Etiópia. Matheus no seu Evangelho, provê um retrato extremamente bem feito de Cristo, inclusive sua genealogia, ministério, paixão, e ressurreição. Todo o seu evangelho é destinado a provar o verdadeiro reconhecimento de que Cristo era o Messias. Matheus é representado na arte litúrgica por um anjo segurando uma lança, uma moeda e uma pena. Sua festa é celebrada no dia 21 de setembro. Ele é o padroeiro dos contadores, oficiais alfandegários, fiscais financeiros, conselheiros fiscais, operadores em bolsa de valores, ecomistas, Salermo-Itália, guardas de segurança de valores, coletores de impostos e cobradores de impostos.

CONHECIMENTO DA HISTÓRIA DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

HISTÓRICO

O Curso de Ciências Contábeis foi criado oficialmente em 1945, obtendo reconhecimento em 22 de setembro de 1945, através do Decreto Nº 7988. Seu Currículo Mínimo obedece ao Paracer Nº 397/62 do CFE.

TITULAÇÃO

A titulação conferida é a de: BACHAREL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS.

OBJETIVO

O Curso de Ciências Contábeis visa a formação do profissional capaz de promover a investigação e, ao mesmo tempo, capacitá-lo a atender às necessidades da iniciativa pública e privada no mundo moderno em sua área de interesse na Ciência Contábil.

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

O CURRÍCULO do Curso abrange uma sequência de disciplinas e atividades ordenadas por matrículas semestrais em uma seriação aconselhada. O CURRÍCULO PLENO do Curso inclui as disciplinas que representam o desdobramento das matérias do CURRÍCULO MÍNIMO complementado por outras disciplinas de caráter obrigatório ou eletivo que atendem às exigências de sua programação específica, às características de instrução e às diferenças individuais dos alunos. O CURRÍCULO PLENO deverá ser cumprido integralmente pelo aluno, a fim de que ele possa qualificar-se para a obtenção do diploma que lhe confira direitos profissionais.

INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

A integralização curricular é obtida por meio de CRÉDITOS ou ANO atribuídos às disciplinas em que o aluno lograr aprovação. Um CRÉDITO corresponde ao quociente do total de horas-aula da disciplina por quinze (número de semanas por semestre). O CURRÍCULO PLENO do Curso de Ciências Contábeis é estruturado em 08 semestres ou 04 anos, cuja matrícula nas disciplinas que integram a listagem é acompanhada de um aconselhamento em cada semestre letivo ou ano letivo. Seguir a matrícula aconselhada é a melhor forma do estudante concluir o Curso na duração prevista.

DURAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

MÉDIA: 08 semestres ou 04 anos.

Portanto ser um contador é um consultor de empresa. É da contabilidade que são tiradas as informações financeiras e econômicas sobre o patrimônio da entidade, seus bens, seus direitos e também das dívidas da entidade para atender aos empresários, acionistas, governo, bancos e fornecedores, entre outros interessados.

Parabenizo a todos vocês acadêmicos de CIÊNCIAS CONTÁBEIS que tem como foco principal a Contabilidade. Parabenizo a vocês acadêmicos de Processos Gerenciais, que sua especialização é finanças e a contabilidade é o caminho de entrada do seu conhecimento e por fim parabinizo você alunos de Administração que é da contabilidade que se forma excelentes administradores de empresa.

Muitas felicidades em conhecer um pouco de CIÊNCIAS CONTÁBEIS no dia nomeado especial para o CONTADOR.

21/09/2010.

Professor Wagner Luiz Marques

Rua Fernão Dias, 1994 – Cianorte – Paraná

CEP – 87200-000

Telefone- 0(**)44-3629-5578

Celular- 0(**)44-9977-6604

wlmcne@hotmail.com

wagnercne1@gmail.com

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA - ESTUDO DE CASO

MATERIAL – A

1) A empresa WLM Ltda. Através de seu administrador solicitou a ficha técnica da referência 001 para o levantamento do preço de venda a vista, sabendo que por mês são produzidas 3.000 unidades ao custo unitário de $ 18,00 e mais despesas unitárias no valor de $ 5,00. O objetivo é aplicar 12% de margem de lucro e segundo análises o índice percentual da taxa sobre vendas no mês esta avaliada em 35%. Sabendo que no mês a empresa venda toda a sua produção mensal. Apresentar:

a) O valor do preço de venda a vista unitário: $ 43,40.

b) O valor do Resultado do Exercício Total do Mês: $ 15.630,00.

(Esta resposta representa o valor do Lucro do Exercício no mês, referente a venda total dos produtos produzidos.)

2) A empresa WLM Ltda. Através de seu administrador solicitou a ficha técnica da referência 002 para o levantamento do preço de venda a prazo com entrada em 04 (quatro) parcelas de igual valor, sabendo que por mês são produzidas 3.000 unidades ao custo unitário de $ 18,00 e mais despesas unitárias no valor de $ 5,00. O objetivo é aplicar 12% de margem de lucro e segundo análises o índice percentual da taxa sobre vendas no mês esta avaliada em 35%. Sabendo que no mês a empresa venda toda a sua produção mensal, o mercado financeiro está cobrando uma taxa de 5% ao mês. Apresentar:

a) O valor da parcela unitária: $ 11,66.

b) O valor total unitário do produto a prazo: $ 46,63.

O valor da parcela multiplicado pelo número de parcelas.

c) O valor do Custo Total do Mês: $ 54.000,00.

(Esta resposta representa o valor do custo no mês, referente a venda total dos produtos produzidos.)

3) A empresa WLM Ltda. Através de seu administrador solicitou a ficha técnica da referência 003 para o levantamento do preço de venda a prazo sem entrada em 04 (quatro) parcelas de igual valor, sabendo que por mês são produzidas 3.000 unidades ao custo unitário de $ 18,00 e mais despesas unitárias no valor de $ 5,00. O objetivo é aplicar 12% de margem de lucro e segundo análises o índice percentual da taxa sobre vendas no mês esta avaliada em 35%. Sabendo que no mês a empresa venda toda a sua produção mensal, o mercado financeiro está cobrando uma taxa de 5% ao mês. Apresentar:

a) O valor da parcela unitária: $ 12,24.

b) O valor total unitário do produto a prazo: $ 48,96.

O valor da parcela multiplicado pelo número de parcelas.

c) O valor da Despesa Total do Mês: $ 15.000,00.

(Esta resposta representa o valor da despesa no mês, referente a venda total dos produtos produzidos.)

4) A empresa WLM Ltda. Através de seu administrador solicitou a ficha técnica da referência 004 para o levantamento do preço de venda a prazo cota única para 04 meses diretos, sabendo que por mês são produzidas 3.000 unidades ao custo unitário de $ 18,00 e mais despesas unitárias no valor de $ 5,00. O objetivo é aplicar 12% de margem de lucro e segundo análises o índice percentual da taxa sobre vendas no mês esta avaliada em 35%. Sabendo que no mês a empresa venda toda a sua produção mensal, o mercado financeiro está cobrando uma taxa de 5% ao mês. Apresentar:

a) O valor total unitário do produto a prazo: $ 52,75.

b) O valor da Receita Total do Mês: $ 158.258,91.

(Esta resposta representa o valor da venda do mês, referente a venda total dos produtos produzidos, sobre a referência 004. do preço de venda a prazo cota única.)


MATERIAL – B

1) A empresa WLM Ltda. Através de seu administrador solicitou a ficha técnica da referência 001 para o levantamento do preço de venda a vista, sabendo que por mês são produzidas 3.000 unidades ao custo unitário de $ 22,00 e mais despesas unitárias no valor de $ 8,00. O objetivo é aplicar 12% de margem de lucro e segundo análises o índice percentual da taxa sobre vendas no mês esta avaliada em 35%. Sabendo que no mês a empresa venda toda a sua produção mensal. Apresentar:

a) O valor do preço de venda a vista unitário: $ 56,60.

b) O valor do Resultado do Exercício Total do Mês: $ 20.370,00.

(Esta resposta representa o valor do Lucro do Exercício no mês, referente a venda total dos produtos produzidos.)

2) A empresa WLM Ltda. Através de seu administrador solicitou a ficha técnica da referência 002 para o levantamento do preço de venda a prazo com entrada em 04 (quatro) parcelas de igual valor, sabendo que por mês são produzidas 3.000 unidades ao custo unitário de $ 22,00 e mais despesas unitárias no valor de $ 8,00. O objetivo é aplicar 12% de margem de lucro e segundo análises o índice percentual da taxa sobre vendas no mês esta avaliada em 35%. Sabendo que no mês a empresa venda toda a sua produção mensal, o mercado financeiro está cobrando uma taxa de 5% ao mês. Apresentar:

a) O valor da parcela unitária: $ 15,20.

b) O valor total unitário do produto a prazo: $ 60,81.

O valor da parcela multiplicado pelo número de parcelas.

c) O valor do Custo Total do Mês: $ 66.000,00.

(Esta resposta representa o valor do custo no mês, referente a venda total dos produtos produzidos.)

3) A empresa WLM Ltda. Através de seu administrador solicitou a ficha técnica da referência 003 para o levantamento do preço de venda a prazo sem entrada em 04 (quatro) parcelas de igual valor, sabendo que por mês são produzidas 3.000 unidades ao custo unitário de $ 22,00 e mais despesas unitárias no valor de $ 8,00. O objetivo é aplicar 12% de margem de lucro e segundo análises o índice percentual da taxa sobre vendas no mês esta avaliada em 35%. Sabendo que no mês a empresa venda toda a sua produção mensal, o mercado financeiro está cobrando uma taxa de 5% ao mês. Apresentar:

a) O valor da parcela unitária: $ 15,96.

b) O valor total unitário do produto a prazo: $ 63,85.

O valor da parcela multiplicado pelo número de parcelas.

c) O valor da Despesa Total do Mês: $ 24.000,00.

(Esta resposta representa o valor da despesa no mês, referente a venda total dos produtos produzidos.)

4) A empresa WLM Ltda. Através de seu administrador solicitou a ficha técnica da referência 004 para o levantamento do preço de venda a prazo cota única para 04 meses diretos, sabendo que por mês são produzidas 3.000 unidades ao custo unitário de $ 22,00 e mais despesas unitárias no valor de $ 8,00. O objetivo é aplicar 12% de margem de lucro e segundo análises o índice percentual da taxa sobre vendas no mês esta avaliada em 35%. Sabendo que no mês a empresa venda toda a sua produção mensal, o mercado financeiro está cobrando uma taxa de 5% ao mês. Apresentar:

a) O valor total unitário do produto a prazo: $ 68,80.

b) O valor da Receita Total do Mês: $ 206.392,96.

(Esta resposta representa o valor da venda do mês, referente a venda total dos produtos produzidos, sobre a referência 004. do preço de venda a prazo cota única.)

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

CONTABILIDADE GERAL II

MATERIAL – A

Na contabilidade o efeito gerencial faz parte de todo o sistema de controle, não podendo deixar de estar atento sobre o controle financeiro e pessoal, só assim haverá adequadamente um sistema de evolução empresarial.

1- A empresa WLM Ltda. Através de seu administrador necessita saber o valor da folha de pagamento em relação ao colaborador que recebe $ 7.000,00 mensal, trabalhando 220 horas. Este colaborador realizou 20 horas extras 50% e 10 horas extras 100% e o DSR do mês é de 26 dias trabalhados e 5 dias descansados. Apresenta dois dependentes para esse colaborador.

Apresentar o valor dos proventos: $ 8.896,96.

Apresentar o valor dos descontos: $ 1.961,12.

Apresentar o valor líquido: $ 6.935,84.

Apresentar o valor do FGTS: $711,76.

Contabilizar:

Contabilizar a Folha de Pagamento Liquido através, da provisão do mês (não desembolsa caixa).

D- Salários e Ordenados

C- Salário e Ordenados a Pagar - $ 6.935,84

Contabilizar o INSS Bruto, da provisão do mês (não desembolsa caixa).

D- Salários e Ordenados

C- INSS a Recolher - $ 354,08

Contabilizar o IRRF Bruto, da provisão do mês (não desembolsa caixa).

D- Salários e Ordenados

C- IRRF a Recolher - $ 1.607,04

D- FGTS

C- FGTS a Recolher - $ 711,76

2- A empresa WLM Ltda. Através de seu administrador necessita saber o valor do 13º salário em relação ao colaborador que recebe $ 7.000,00 mensal, o seu período aquisitivo corresponde a 12 meses. Não apresenta dependentes para esse colaborador. Sabe-se que a primeira parcela do 13º salário foi pago no dia 30/11/xx10, o valor pago foi de $ 3.500,00 e o FGTS representou $ 280,00.

Apresentar o valor dos proventos: $ 7.000,00.

Apresentar o valor dos descontos: $ 5.018,77.

Apresentar o valor líquido: $ 1.981,23.

Apresentar o valor do FGTS referente a 2ª Parcela: $ 280,00.

3- A empresa WLM Ltda. Através de seu administrador necessita saber o valor da folha de pagamento em relação ao colaborador que recebe $ 600,00 mensal, trabalhando 220 horas. Possui um dependente menor de 14 anos.

Apresentar o valor dos proventos: $ 618,08.

Apresentar o valor dos descontos: $ 48,00.

Apresentar o valor líquido: $ 570,08.

Apresentar o valor do FGTS: $ 48,00.

Contabilizar:

Contabilizar a Folha de Pagamento Liquido através, da provisão do mês (não desembolsa caixa).

D- Salários e Ordenados

C- Salários e Ordenados a Pagar - $ 570,08

Contabilizar o INSS Bruto, da provisão do mês (não desembolsa caixa).

D- Salários e Ordenados

C- INSS a Recolher - $ 48,00

Contabilizar o Salário Família, da provisão do mês (não desembolsa caixa). Trabalhar com a conta Salários e Ordenados, pois a contabilização da folha de pagamento foi realizada pelo líquido a pagar.

D- INSS a Recolher

C- Salários e Ordenados - $ 18,08

D- FGTS

C- FGTS a Recolher - $ 48,00

4- A empresa WLM Ltda. Através de seu administrador necessita saber o valor das férias mais o abono de férias em relação ao colaborador que recebe $ 7.000,00 mensal, o seu período aquisitivo corresponde a 12 meses (férias vencidas). Não apresenta dependentes para esse colaborador.

Apresentar o valor dos proventos: $ 9.333,33.

Apresentar o valor dos descontos: $ 2.160,43.

Apresentar o valor líquido: $ 7.172,90.

Apresentar o valor do FGTS: $ 746,67.

5- Rescisão Dispensa “a Pedido” – Aviso Prévio Trabalhado.

Dados:

Data de Admissão 03/02/19x6
Data do Afastamento 27/12/2xx9

Salário Base 7.000,00
Salário Família Não

Dependentes Não
Vale Transporte Não
Horas Extras, Comissões, Adicional Noturno Não
Outros Adicionais Não
Férias Vencidas Sim

Motivo do Afastamento A pedido

Aviso Prévio Trabalhado

Apresentar o valor dos proventos: $ 31.188,89.

Apresentar o valor dos descontos: $ 7.101,54.

Apresentar o valor líquido: $ 24.087,35.

Apresentar o valor do FGTS: $ 2.495,11.


MATERIAL – B

Em relação à interpretação humana deve-se tornar adequado criar maneiras que proporcione fundamentos de motivo para o crescimento do ser humano, é na analise pessoal que se consegue um fator desses.

1- A empresa WLM Ltda. Através de seu administrador necessita saber o valor da folha de pagamento em relação ao colaborador que recebe $ 9.000,00 mensal, trabalhando 220 horas. Este colaborador realizou 20 horas extras 50% e 10 horas extras 100% e o DSR do mês é de 26 dias trabalhados e 5 dias descansados. Apresenta dois dependentes para esse colaborador.

Apresentar o valor dos proventos: $ 11.438,81.

Apresentar o valor dos descontos: $ 2.660,13.

Apresentar o valor líquido: $ 8.778,68.

Apresentar o valor do FGTS: $ 915,10.

Contabilizar:

Contabilizar a Folha de Pagamento Liquido através, da provisão do mês (não desembolsa caixa).

D- Salários e Ordenados

C- Salário e Ordenados a Pagar - $ 8.778,68

Contabilizar o INSS Bruto, da provisão do mês (não desembolsa caixa).

D- Salários e Ordenados

C- INSS a Recolher - $ 354,08

Contabilizar o IRRF Bruto, da provisão do mês (não desembolsa caixa).

D- Salários e Ordenados

C- IRRF a Recolher - $ 2.306,05

D- FGTS

C- FGTS a Recolher - $ 915,10

2- A empresa WLM Ltda. Através de seu administrador necessita saber o valor do 13º salário em relação ao colaborador que recebe $ 9.000,00 mensal, o seu período aquisitivo corresponde a 12 meses. Não apresenta dependentes para esse colaborador. Sabe-se que a primeira parcela do 13º salário foi pago no dia 30/11/xx10, o valor pago foi de $ 4.500,00 e o FGTS representou $ 360,00.

Apresentar o valor dos proventos: $ 9.000,00.

Apresentar o valor dos descontos: $ 6.568,77.

Apresentar o valor líquido: $ 2.431,23.

Apresentar o valor do FGTS referente a 2ª Parcela: $ 360,00.

3- A empresa WLM Ltda. Através de seu administrador necessita saber o valor da folha de pagamento em relação ao colaborador que recebe $ 650,00 mensal, trabalhando 220 horas. Possui um dependente menor de 14 anos.

Apresentar o valor dos proventos: $ 668,08.

Apresentar o valor dos descontos: $ 52,00.

Apresentar o valor líquido: $ 616,08.

Apresentar o valor do FGTS: $ 52,00.

Contabilizar:

Contabilizar a Folha de Pagamento Liquido através, da provisão do mês (não desembolsa caixa).

D- Salários e Ordenados

C- Salários e Ordenados a Pagar - $ 616,08

Contabilizar o INSS Bruto, da provisão do mês (não desembolsa caixa).

D- Salários e Ordenados

C- INSS a Recolher - $ 52,00

Contabilizar o Salário Família, da provisão do mês (não desembolsa caixa). Trabalhar com a conta Salários e Ordenados, pois a contabilização da folha de pagamento foi realizada pelo líquido a pagar.

D- INSS a Recolher

C- Salários e Ordenados - $ 18,08

D- FGTS

C- FGTS a Recolher - $ 52,00

4- A empresa WLM Ltda. Através de seu administrador necessita saber o valor das férias mais o abono de férias em relação ao colaborador que recebe $ 9.000,00 mensal, o seu período aquisitivo corresponde a 12 meses (férias vencidas). Não apresenta dependentes para esse colaborador.

Apresentar o valor dos proventos: $ 12.000,00.

Apresentar o valor dos descontos: $ 2.893,77.

Apresentar o valor líquido: $ 9.106,23.

Apresentar o valor do FGTS: $ 960,00.

5- Rescisão Dispensa “a Pedido” – Aviso Prévio Trabalhado.

Dados:

Data de Admissão 03/02/19x6
Data do Afastamento 27/12/2xx9

Salário Base 9.000,00
Salário Família Não

Dependentes Não
Vale Transporte Não
Horas Extras, Comissões, Adicional Noturno Não
Outros Adicionais Não
Férias Vencidas Sim

Motivo do Afastamento A pedido

Aviso Prévio Trabalhado

Apresentar o valor dos proventos: $ 40.100,00.

Apresentar o valor dos descontos: $ 9.552,10.

Apresentar o valor líquido: $ 30.547,90.

Apresentar o valor do FGTS: $ 3.208,00.


TABELAS - 2009

TABELA DO INSS

SALÁRIO MÍNIMO

465,00

PERÍODO

1/2/2009

R$

R$

%

465,00

965,67

8,00%

965,68

1.609,45

9,00%

1.609,46

3.218,90

11,00%

0,00

0,00

0,00%

TABELA SALÁRIO FAMÍLIA

Período

1/2/2009

SALÁRIO MÍNIMO

465,00

R$

R$

$

0,00

500,40

25,66

500,41

752,12

18,08

TABELA DO IRPF

Período

1/2/2009

RENDIMENTO

RENDIMENTO

DEDUZIR

ALÍQUOTA

DEPENDENTES

R$

R$

R$

%

R$

1.434,59

Isento

1.434,60

2.150,00

107,59

7,50%

2.150,01

2.866,70

268,84

15,00%

2.866,71

3.582,00

483,84

22,50%

3.582,01

662,94

27,50%

144,20

TABELAS - 2010

TABELA DO INSS

SALÁRIO MÍNIMO

510,00

PERÍODO

1/2/2010

R$

R$

%

510,00

1.040,22

8,00%

1.040,23

1.733,70

9,00%

1.733,71

3.467,40

11,00%

0,00

0,00

0,00%

TABELA SALÁRIO FAMÍLIA

Período

1/2/2009

SALÁRIO MÍNIMO

465,00

R$

R$

$

0,00

531,12

27,24

531,13

798,30

19,19

TABELA DO IRPF

Período

1/2/2010

RENDIMENTO

RENDIMENTO

DEDUZIR

ALÍQUOTA

DEPENDENTES

R$

R$

R$

%

R$

1.499,15

Isento

1.499,16

2.246,75

112,43

7,50%

2.246,76

2.995,70

280,94

15,00%

2.995,71

3.743,19

505,62

22,50%

3.743,19

692,78

27,50%

144,20