PLANETA SUSTENTÁVEL

ENCONTRAR OS LIVROS DE WAGNER LUIZ MARQUES - DIGITANDO O NOME DE "WAGNER LUIZ MARQUES"


Pesquisar todo o texto de nossos livros

REVISTA VENDA MAIS

Amostra Grátis 480 x 60 - www.vendamais.com.br

INVESTE MAIS – A REVISTA DO INVESTIDOR

Amostra Grátis 480 x 60 - www.revistainvestmais.com.br

REVISTA LIDERANÇA

Amostra Grátis 480 x 60  - www.lideraonline.com.br

EDITORA QUANTUM – TREINAMENTOS

Editora Quantum 480 x 60

domingo, 25 de maio de 2014

REALIDADE SOBRE A COBRANÇA DE IMPOSTOS

A REALIDADE SOBRE A COBRANÇA DE IMPOSTOS – NÃO DEIXE DE LER POR FAVOR, SUA INFORMAÇÃO É NECESSÁRIA:

Os impostos são necessários? Sim! Mas para um governo que gasta mais do que recebe fica muito complicado. Portanto todo país que gasta muito, precisa arrecadar bastante, o Brasil é o país que mais gasta em relação aos países emergentes.

Dias trabalhados para pagar impostos:

1º - Dinamarca – Necessitam de 175 dias trabalhados para pagar impostos.
2º - França – Necessitam de 165 dias trabalhados para pagar impostos.
3º - Suécia – Necessitam de 163 dias trabalhados para pagar impostos.
4º - Brasil – Necessitam de 151 dias trabalhados para pagar impostos.
5º - Alemanha – Necessitam de 138 dias trabalhados para pagar impostos.
6º - Japão – Necessitam de 104 dias trabalhados para pagar impostos.
7º - Estados Unidos – Necessitam de 89 dias trabalhados para pagar impostos.
8º - Chile – Necessitam de 76 dias trabalhados para pagar impostos.
9º - México – Necessitam de 71 dias trabalhados para pagar impostos.

Todos esses países com exceção do Brasil, estes países cobram muitos impostos, mas são países ricos e suas assistências sociais de qualidade excelente. Nós estamos com carga tributária igual aos de países ricos, mas com prestação de serviço igual aos países pobres.

Isso que está ocorrendo no Brasil é um achatamento da renda das famílias de renda média, esta é a classe mais prejudicada com essa cobrança de altas taxas de tributos.

Tributos dias trabalhados

Uma família com renda até R$ 3.000,00, contribui em média com 39,18%, correspondendo a 143 dias trabalhados para pagar os impostos no ano.

Uma família com renda até R$ 3.000,00 a R$ 10.000,00, contribui em média com 44,11%, correspondendo a 161 dias trabalhados para pagar os impostos no ano.

Uma família com renda acima de R$ 10.000,00, contribui em média com 42,19%, correspondendo a 154 dias trabalhados para pagar os impostos no ano.

 Incrível de tudo isso que até o ano de 2004 o brasileiro necessitava trabalhar por 4 meses e 18 dias. Em 2003 o percentual de tributos médios sobre a renda do trabalhador era de 36,98%. Em 2014 esse percentual subiu para 41,37%.  E se houvesse comparação com a década de 70, hoje paga-se o dobro sobre os impostos. Como aumentou os impostos neste período, como sobreviver em um país desse, e sem qualidade com a aplicação do impostos para o brasileiro.

Os retornos para a população dos tributos estão assim distribuídos:

1º - Estados Unidos
2º - Austrália
3º - Coréia do Sul
30º - Brasil

Por tudo isso o Brasil se coloca em 159º lugar sobre a complexidade de se calcular os impostos e apresentar perante a população, ou seja, o grau de dificuldade para se explicar como se aplica e executa os impostos no Brasil é praticamente impossível de ser apresentado para a população.

A casa popular – o valor da mensalidade 48,30% é impostos.
Motocicleta acima de 250 cilindrada – o valor da mensalidade 64,65% é impostos.
Carro popular – o valor da mensalidade 36,82% é impostos.
Carro de Luxo – o valor da mensalidade 41,12% é impostos.
Geladeira – o valor da mensalidade 36,98% é impostos.
Televisor – o valor da mensalidade 44,94% é impostos.
Microondas – o valor da mensalidade 59,37% é impostos.
Bicicleta – o valor da mensalidade 45,93% é impostos.
Roupas – o valor da mensalidade 34,67% é impostos.
Pão Frances – o valor da mensalidade 16,86% é impostos.
Almoço em restaurante – o valor da mensalidade 32,31% é impostos.
Agua Mineral – o valor da mensalidade 44,55% é impostos.
Brinquedos – o valor da mensalidade 39,70% é impostos. 

Impostos sobre Remédios no Mundo

Reino Unido                                                                     0%
Canadá                                                                             0%
Colômbia                                                                          0%
Suécia                                                                               0%
EUA                                                                                 0%
México                                                                             0%
Venezuela                                                                         0%
França                                                                            2,1%
Espanha                                                                            4%
Portugal                                                                            5%
Grécia                                                                               8%
Itália                                                                               10%
Chile                                                                               18%
Argentina                                                                       21%
Brasil                                                                           33,9%

Fonte: IBPT/Banco Mundial

Sendo assim vamos lutar pelo IMPOSTO ÚNICO, conheça como é o sistema de imposto único no Brasil. Livro: www.clubedeautores.com.br/book/147563--IMPOSTO_UNICO_JA



Nenhum comentário: